18.2.16

SUPERTUBOS | poemas 2005 - 2015


Arrumemos praias, situemos o mar, a curva das épocas. Dez anos depois de Poema em forma de nuvem, 14 títulos de permeio, eis os poemas que ficam. E são 94, um terço deles inéditos, modos finais - afinais- de habitar as quadras dos corredores, o entusiasmo do tubo.

SUPERTUBOS | poemas 2005 - 2015. Prefácio de Rui Alberto Costa. Capa de João Alves Ferreira a partir de desenho de Patrícia Lino. Edição da Enfermaria 6. Já disponível através da página web da editora e na livraria Pó dos Livros, em Lisboa.

Ciclo de apresentações:

07 FEV | Lisboa, Bar Irreal, 17:30
19 FEV | Salamanca, Casa de las Conchas, 20:00