2.10.13

"Fisherman’s Blues", poema de Clave do mundo (2007)

A canção tem tanta idade como a nossa
e encontrámo-nos sexta-feira à noite
dia de Santa Regina no calendário

Na primeira fila empoleirados na grade
ohohoh e temos luz e fazíamos as voltinhas
nas voltinhas de Mike Scott e Steve Wickham

E o entretenimento que vai da pedra à varanda
sou eu e tu e toda esta voltinha na Plaza Mayor
de Salamanca pois a luz no rosto e nos braços
e ir para casa de cabeça na cabeça de Wickham
e cabeça onde deitá-la e braços em laços
e um poema uma cama seria melhor

Um poema de Clave do mundo, faz uns seis anos, lembradas as músicas e todas aquelas maravilhas em oui je suis...noir