10.6.13

Aqui é nenhuma casa

Leio a tua frase como motivo de força maior, e uma pessoa que esteja disponível, essa pessoa que nos faz falta e companhia, essa pessoa da companhia. O tocar do telefone, de noite, aquilo a tocar, a subir no silêncio da casa, de nenhuma casa. Tu dizes e eu só fico nisso, é nesta curva palavra que eu encosto e humedeço, eu sento e até sossego. Somos todos, ficamos menos. Aqui é nenhuma casa.