21.9.11

Limiar

Sem artifícios, a pedra
acende sua mancha sobre a praia.


Versos de Carlito Azevedo, colhidos do poema "Limiar", de Sob A Noite Física (Cotovia, 2001).