29.4.11

Miranda de Ebro

Dia muito generoso, o de ontem, em Miranda de Ebro, com os alunos da Escola Oficial de Idiomas local, e suas respectivas professoras, Tania e Julia. Em conversa, os poemas de Abril, para Abril e por Abril, lembrando corações que não podiam ser - nem foram - adiados. Abril sempre, cantou a assistência, ao compasso da Grândola, quando já o sol descia para lá do Ebro. Muito obrigado a todos, e até breve, com um abraço amigo.



o rio Ebro, em Miranda, e um pássaro a passar despassarado