24.2.11

Línguas encostadas

A que vens
a barcos mesmos
dizia-lhe sempre
a senhora antiga
no cais
em tardes
frias
a que vens
que o mar te leva
dentro
põe-te a escutar
escoita
que tem segredinhos
cada língua
de sal
acostada
à praia
















Entre o malandro e o trágico, Sombra do Amor, 2009.