16.1.11

Goss parte o bolo (e a HTC divide)


Pam pam pam. A temporada 2011 de ciclismo está na estrada, e o primeiro nome próprio - e de direito - é o de Matthew Goss (HTC - Highroad), sprinter australiano e habitual lançador de Mark Cavendish no inexorável Columbia-train. Goss, que a 17 de Maio de 2010 vencia a chegada a Cava de'Tirreni no Giro de Italia, foi hoje o mais ágil nos 51 km do Cancer Council Classic (corridos pelo vencedor em 65 minutos!), preâmbulo simbólico do Tour Down Under, prova que começa na próxima terça-feira e que, ao que tudo indica, despedirá a carreira internacional de Lance Armstrong (Team Radioshack). Numa corrida marcada por uma queda nos metros finais que desabilitou as possibilidades de André Greipel (Omega), do próprio Cavendish e de outros corredores na calha para o sprint, a esquadra norte-americana celebrou dobradinha, com Mark Renshaw a fazer segundo; depois das tropelias de Greipel na temporada transacta (vinte e algumas vitórias com o maillot Columbia vestido, pelas onze de Cavs) resta esperar até terça-feira para saber dos humores do corredor da Ilha de Man.

A caravana está em marcha, novas cores, novos projectos. Viva o ciclismo.

Web do Santos Tour Down Under, aqui.