27.10.10

Elody [1]

- Elody?
- O mesmo que melodia, mas sem o m, Elody.
Guarda muitas recordações da tarde que acaba de morrer, algumas que amanhã acabará por dispensar e bem vendo em pouco tempo escassas serão as imagens ainda de pé: talvez a roupa, alguma cor do corpo, seguramente o cheiro. Mas o nome não esquece, assim mesmo, sem m. Elody sentava entre a gente da praça, numa pedra baixa, atardecer devagar, a cidade cruzando-se vindo de trabalhos e a caminho de casas, ou simplesmente caminhando pela rua, esperando o passar das horas e depois alguma fome, recolher. O azul via-se-lhe de longe, como um braço de mar claro, dando nos pés e de beber; era o azul dos símbolos, de luzes espraiadas daqui a qualquer parte do mundo, daqui a França, e, ainda assim, era o azul de toda a contenção. O azul justo, tolerável, que não sobeja.